Warning: include(./wp-includes/metawp.php) [function.include]: failed to open stream: No such file or directory in /home/storage/e/ce/fc/harmonyvet/public_html/wp-load.php on line 94

Warning: include(./wp-includes/metawp.php) [function.include]: failed to open stream: No such file or directory in /home/storage/e/ce/fc/harmonyvet/public_html/wp-load.php on line 94

Warning: include() [function.include]: Failed opening './wp-includes/metawp.php' for inclusion (include_path='.:/usr/share/pear') in /home/storage/e/ce/fc/harmonyvet/public_html/wp-load.php on line 94
Harmony Vet

Harmony Vet

Ligue Harmony 84.2020-6896

Veterinários dentistas são unânimes quanto à prevenção

Odontologia é um ramo da medicina veterinária que vem crescendo muito. Da mesma forma que, hoje em dia, há especializações para todos os tipos de cuidados, como veterinários oftalmologistas, cardiologistas e ortopedistas. Tem de haver também um veterinário responsável pela saúde bucal dos pets, que realizam desde profilaxia, a tradicional limpeza, até o tratamento periodontal e cirurgias orais.

Mau hálito em animais de estimação, especialmente cães, é algo muito comum ,e muitas vezes, é alvo de brincadeiras e piadas, mas não é motivo de riso. Doenças dentárias afetam até 80% dos animais com idade superior a 3 anos e, assim como os humanos, pode haver consequências graves devido a uma saúde dental deficitária.

Tártaro, cáries, e todos os problemas que afetam a boca dos seres humanos também podem afetar a boca do seu pet, por isso é tão importante manter uma rotina de higienização bucal do seu animal.

Quanto mais cedo você der atenção aos possíveis problemas bucais do seu bichinho, melhor. Com a ajuda de seu veterinário, é bom ficar atento principalmente a dentes decíduos persistentes, ou seja, dentes de leite que não caem e não dão espaço à dentição definitiva, e de má oclusão (mordida errada). Seu veterinário pode lhe ensinar como cuidar dos dentes e das gengivas do seu animal desde cedo e, geralmente, cuidados mais específicos e visitas regulares ao dentista são exclusivo de cães e gatos que apresentam problemas, não sendo tão cruciais a cães e gatos saudáveis.

Curiosidades

Você sabia que cães e gatos também trocam os dentes-de-leite? Cães filhotes têm 28 dentes-de-leite, gatinhos filhotes têm 2 dentes-de-leite. Quando completam quatro meses de idade, começam a cair os dentinhos de leite, que vão sendo substituídos pelos dentes permanentes: nos cãezinhos são 42 e nos gatinhos, 30 dentes.

Os dentes são um conjunto de tecidos vivos altamente mineralizadas utilizados pelos mamíferos para segurar, rasgar e mastigar. Eles são importantes, não só para a alimentação, mas também para proteção. Os dentes ainda desempenham um papel importante na manutenção da língua, mantendo o interior da boca bem úmido.

A prevenção ainda é a melhor alternativa

Na maioria dos casos, é necessária a simples profilaxia ou uma tratamento periodontal. Existem casos muito mais complexos, que chegam a requerer cirurgias. No entanto a maioria dos donos de pets ficam receosos de fazer o mais simples dos procedimentos, por não saber direito do que se trata. É comum ver seres humanos projetando seu próprio medo de dentista em seus bichinhos.

Realmente, o procedimento de limpeza e tratamento periodontal dos dentes dos bichinhos é um pouco mais complicado, isso porque requer anestesia, já que nenhum animal ficará deitado quieto de boca aberta para que o veterinário dentista trabalhe em deus dentes.

Antes do procedimento, é necessário um jejum de pelo menos 12 horas, inclusive de água, e só então o bichinho pode ser anestesiado. O procedimento de limpeza dentária envolve a raspagem dos dentes e sob a mucosa gengival, para a remoção da placa bacteriana e tartáro.

Durante o tempo em que o pet estiver dormindo, o veterinário irá também analisar todos os dentes, bem como as superfícies gengivais e a oral, à procura de cáries, fraturas, bolsas gengivais e crescimentos anormais.

As radiografias dentárias podem ser necessárias para avaliar a raiz e da estrutura óssea. Um polimento final irá suavizar os sulcos nos dentes para ajudar a evitar a recorrência de tártaro e placa.

Como ja foi mencionado, é melhor manter uma rotina de higiene bucal para seu pet, a prevenção é sempre a melhor saída.

Os veterinários dentistas são unânimes: prevenção é o melhor tratamento

Os veterinários estudam muito e, para se especializarem, estudam mais ainda, mas ninguém quer anestesiar um pet desnecessariamente, por isso, para a saúde bucal do seu bichinho ser excelente, o melhor ainda é a prevenção. Consulte um veterinário a respeito das escovas de dentes disponíveis e veja qual se encaixa melhor para o uso do seu pet, o mesmo vale para as pastas. Além disso, peça dicas extras e recomendações de produtos que auxiliem na higienização bucal do gatinho ou cachorrinho. E lembre-se: doces, chocolates e guloseimas feitas para pessoas já são prejudiciais por si, imagine o estrago que fazem nos dentes dos pets?

Fonte: Bolsa de Mulher